TTLabs Summit Q3/2012! Qual é o seu tempo? por @dwildt

Esta apresentação foi feita dentro do TTLabs Summit Q3/2012, que ocorreu no dia 14/set/2012 na Trevisan Tecnologia.

Você já parou para pensar onde vai todo o seu tempo? Conhece alguém que sempre reclama que não tem tempo para nada? E alguém que só reclama do emprego e não reflete como sua vida poderia ser diferente? Já pensou em viver seu tempo? Em definir um novo estilo de vida?    

Em resumo: #VivaSeuTempo  

Eu penso que se sei gerenciar meu tempo, saberei controlar melhor minha atuação no dia a dia profissional e pessoal. Isto vai ajudar meu time de trabalho e as iniciativas que faço parte.  

Esta palestra é originalmente um workshop de três horas. Fiz um esforço para apresentar a mesma em menos de 6mins. Consegui em 5min59segundos. 🙂  Busquei levantar algumas técnicas diferentes para apoiar o seu dia e ajudar a entender os impactos nas atividades que realizamos.    

Só que as técnicas são apoio, não o essencial. O importante é refletir. Ter um momento para gerar consciência do que você está fazendo com o seu tempo. E assim buscar entender se o direcionamento dele está adequado. Se está alinhado com o seu propósito e seu estilo de vida. A propósito, qual o seu propósito? E seu estilo de vida?  

Veja a apresentação no slideshare e o vídeo no youtube

Daniel Wildt trabalha com empresas e equipes ajudando na adoção de metodologias ágeis e melhoria das técnicas de engenharia de software. Sempre em busca de simplicidade e aprendizado. Ajudo pessoas a se tornarem melhores profissionais, equipes a crescerem através de melhoria contínua e produtos a serem formados. Sou CTO na Trevisan Tecnologia (http://www.trevisantecnologia.com.br), tenho um blog no http://danielwildt.com e posso ser visto no twitter @dwildt.

Anúncios

Você sempre pode fazer menos!

Luciano Costa quando trabalhava aqui na firma, sempre falava do “you can always do less“. Este termo vem de um post da 37Signals, que o Luciano traduziu e colocou em um blog interno aqui na empresa. Estamos “publicando” para que outros possam curtir o texto também. O ponto principal é trabalhar restrições de tempo. Estas mesmas restrições podem valer também quando você pensa em contratar, ou quando olha para o seu time. Apesar do Luciano sempre falar em fazer menos, a empresa dele foi uma das que ajudou a fazer o site tragaseushow, que trouxe para Porto Alegre o Playing For Change, movimento que eu sempre gosto de falar a respeito. Nisto ele fez muito! E fez bem. 🙂

Bom, vamos ao texto!

A parte mais difícil sobre fazer um bom software que é entregue no prazo é saber o quê e quando sacrificar. Como programadores e designers, muitas vezes nos apaixonamos por nossos requisitos e somos incapazes de matá-los. Confundimos o que nós dissemos que vamos fazer com o que deve ser feito. Raramente é; Você sempre pode fazer menos.

O que impede a maioria das pessoas de fazer menos é o medo do fracasso. O equívoco de que se você não tiver tudo feito, o resto não vale nada. Que sem esse ou aquele recurso, ninguém vai querer usá-lo. Besteira! A maioria dos softwares tem uma essência minima que justifica a sua existência, tudo depois disso são vontades e desejos confundidos com carências e necessidades.

A maneira mais fácil de enxergar o que se pode viver sem, é planejar um jogo de restrições: Você tem que entregar na sexta-feira, você não pode adicionar mais pessoas e você não pode trabalhar de noite. Recursos fixos, tempo fixo. Tudo o que resta para mexer é escopo. É incrível como se tornam criativos os cortes e inteligentes os sacrifícios quando está encurralado, numa sinuca-de-bico. É quando tem que escolher que você faz as melhores escolhas.

Para cada estimativa de 1 dia para uma tarefa, há uma versão mais simples que você pode fazer em 3 horas, e uma mais simples ainda, que você pode fazer em 30 minutos. Ponha-se numa sinuca-de-bico, encurralado, e essas versões vão aparecer claramente diante dos seus olhos. Você sempre pode fazer menos.

Como tornar seu tempo um pouco mais eficiente e sua vida um pouco mais fácil

Nos dias de hoje, tanto profissionalmente quanto pessoalmente, nos deparamos constantemente em situações onde as meras 24horas de um dia são simplesmente insuficientes.

Insuficientes? Sim, nem que o dia tivesse 48 horas conseguiríamos a realizar todas as tarefas URGENTES que TEMOS que realizar HOJE SEM FALTA.

Quase sempre vivemos iludidos por uma rotina “escrava”, onde cada vez mais tentamos abraçar o mundo a nossa volta. E não fique admirado, pois todas as semelhança percebidas até agora não são meras coincidências ou privilégios seus.

Anormal ou feliz é aquele que ainda não passou por uma situação semelhante.

Pois bem em decorrência da inevitável frustração de improdutividade, tanto pessoal quanto profissional, fui apresentado ao método Getting Things Done ou então simplesmente GTD de David Allen.

Palestra realizado no evento TTLabs Submit Q2/2011 – slides

 

Poderoso método de produtividade pessoal

MANTENHA SUA MENTE DESPREOCUPADA: Uma necessidade básica do ser humano é dormir, certo? Então mantenha-se despreocupado. Possua “sistemas de ajuda”, como uma simples agenda para armazenar suas preocupações em forma de tarefas/lembretes. Com suas preocupações devidamente “documentadas” os pesadelos tendem a diminuir 🙂

Ainda falando de sistemas de ajuda, use por exemplo um personal kanban para ir priorizando suas próximas tarefas pendentes, conseguindo desta forma manter a concentração e foco na tarefa atual. Isso ajuda evitar que você não fique pensando no que você precisa fazer ao término da tarefa atual ou então repriorizando-as mentalmente a cada momento que lembrar daquela tarefa importantissíma que tinha esquecido.

b) REALIZE TAREFAS SIMPLES: Eficiência e Simplicidade. Estas duas palavras deveriam ser sinônimos! OK, muitas vezes o ser humano consegue torná-las antônimas em muitas situações.

Sejá eficiente, execute as coisas simples sempre que possível. Envie agora mesmo aquele e-mail que só depende de você. Não deixe para depois aquela tarefa que dura menos de dois minutos para ser executada, assim você elimina a necessidade de gerenciá-la. Dois minutos é um bom termomêtro, acredite!!

Alternativa aos complicados e conhecidos mas pouco eficazes métodos de gerenciamento de tempo

Tenho certeza, se você está lendo este post é porque se preocupa com o seu tempo, ou então procura meios de gerencia-lo de uma forma melhor. Assim livros da saga, como administrar seu tempo, priorizando suas tarefas, tornando as 24 horas do dia mais eficientes possuem 1/3 do volume de seu acervo de livros.

O fato é que em comparação os com modelos de administração do tempo popularmente conhecidos e ilustrados no paragráfo anterior, Getting Thinks Done possibilita que uma pessoa que nunca tenha ouvido falar sobre o método, obtenha bons resultados após uma simples leitura do que é GTD e quais são suas principais práticas.

Detalhe! A leitura mencionada no 5° parágrafo deve durar em torno de 5, 10 minutos … afinal de contas o tempo é algo valioso não é mesmo 🙂 ?