Firefox OS Simulator

Tivemos um outro post falando sobre o lançamento e mais detalhes do FirefoxOS (codinome Boot2Gecko) neste post em agosto.

A novidade agora é que o pessoal da Mozilla lançou um complemento para o browser Firefox, que lhe permite visulizar o novo sistema operacional. Inclusive você pode instalar e utilizar as APPs já existentes para ele dentro do Market Place.

Para utilizar é muito fácil, basta instalar o seguinte plugin em seu firefox atualizado.

https://addons.mozilla.org/pt-BR/firefox/addon/firefox-os-simulator/

Eis o repositório do projeto o GitHub

https://github.com/mozilla/r2d2b2g

Aqui tem um vídeo mostrando como instalar e operar o plugin, tudo muito simples.

Agora não há mais motivos para você não dar uma olhada em como ele está ficando legal.

Até mais.

Anúncios

Qualidade em aplicações Android com Robotium

A qualidade é uma característica impressindível para quem deseja fornecer seu software ao mercado, independente da plataforma para o qual seu produto é desenvolvido. Por mais inovador e atrativo que seu produto seja, a ocorrência de bugs pode trazer problemas e até mesmo a sua desaprovação por parte de seus clientes.

Os testes de software são importantes para garantir a qualidade dos produtos desenvolvidos. Com a utilização de testes os problemas existentes no software podem ser encontrados e corrigidos antes destes chegarem aos clientes. Entre as principais técnicas de testes de software, está o teste funcional, que avalia o comportamento externo do software simulando a interação entre este e o usuário, sem considerar seu comportamento interno.

Os testes funcionais podem ser realizados manualmente, por um integrante da equipe de desenvolvimento. Este deve navegar pelo software seguindo um roteiro que esteja de acordo com os requisitos que o software deve atender. A execução manual de testes funcionais pode trazer alguns problemas como a necessidade de dedicação de uma ou mais pessoas em tempo integral para a tarefa ou então a execução realizada de última hora e não realizada corretamente, dificultando a descoberta de bugs antes que estes cheguem até o cliente.

Para quem não deseja enfrentar estes problemas, a solução é a automação dos testes funcionais. Os testes automatizados podem ser criados pelos próprios desenvolvedores e executados automaticamente, sem a dedicação de integrantes da equipe de desenvolvimento de software. Além de reduzir os custos de desenvolvimento, os testes automatizados são executados mais rapidamente que os testes manuais e podem ser integrados a ferramentas de integração contínua, tornando possível a execução dos testes sempre que necessário. Estes fatores aumentam consideravelmente a qualidade do produto desenvolvido.

Os desenvolvedores de aplicações para a plataforma Android possuem uma excelente opção para esta tarefa. O Robotium, um framework open source de automação de testes funcionais em aplicações desenvolvidas para a plataforma Android, que permite a sua utilização de maneira muito simples.

Entre as características do Robotium, podem ser destacadas:

– Open source, o que permite alterações, melhorias e também contribuições com o desenvolvimento do projeto;

– Desenvolvimento dos testes em Java, a mesma linguagem utilizada para o desenvolvimento das aplicações;

– Segue os padrões JUnit e para quem já o utiliza para o desenvolvimento de testes unitários é ainda mais tranquilo;

– Os testes podem ser executados em dispositivos e não apenas no emulador, o que possibilita um resultado mais realista sobre os testes;

– Pode ser integrado a ferramentas de integração contínua.

– Possui suporte a Activities, Dialogs, Toasts, Menus and Context Menus;

Mais informações sobre o Robotium podem ser encontrados no slideshare e no vídeo abaixo. A página do projeto Robotium possui tutoriais e exemplos para iniciar a utilização deste framework, incluindo o exemplo demonstrado na apresentação.

Post escrito por Elvirio Daniel Hans Junior, programador Na Trevisan Tecnologia, iniciando no desenvolvimento mobile.

Desenvolvendo para iPhone e iPad – Recursos para aprender

A nossa equipe vem desenvolvendo a versão do uMov.me para plataforma iPhone e iPad. E dentro deste processo, temos um trabalho de nos capacitar de forma constante, permitindo que mais pessoas da equipe possam trabalhar com objective-c, atuando na nossa característica de sermos multidisciplinares e poliglotas no desenvolvimento de software.

Um dos recursos que eu considero bem legais para aprender o “desenvolver objective-c“, fora todos recursos no site da apple, é o material liberado pela Stanford como Creative Commons.  Fora todo o material de slides e exemplos disponíveis, ainda existe uma grande quantidade de material de vídeo disponível no iTunes.

Fora este material todo claro, existem vários outros tutoriais na internet, desde trabalho com views e banco de dados SQLite, que podem ajudar a entender e evoluir aprendizado.

Dentro deste processo, também indico o estudo de ferramentas para apoiar o processo de testes. Uma das que estamos já trabalhando é o OCUnit. Uma outra ferramenta que vale olhar é o Frank, para testes de aceitação dentro do desenvolvimento iPhone. Neste sentido, de estudar testes automatizados, no próprio material da Stanford, existe uma lição sobre o assunto. Lição 19