Como criar um ambiente de aprendizagem em sua equipe?

Palestra realizada no FISL 2013 sobre cultura de aprendizagem por Rafael Helm e Guilherme Elias.

Nesta palestra Rafael e Elias falam sobre algumas ações que empresas e equipes podem realizar para disseminar conhecimento entre as pessoas, criando assim um ambiente de aprendizagem e melhoria contínua.

 

Time uMov.me presente no TDC 2013 Floripa

TDC 2013 FloripaO time uMov.me estará presente no The Developers Conference 2013 em Floripa. Iremos em torno de 5 pessoas para prestigiar o evento, e também para palestrar, já que Rafael Helm e Guilherme Elias tiveram sua submissão de palestra aceita.

A palestra do Rafael e do Guilherme se chama “Como criar um ambiente de aprendizagem em sua equipe?”, e vai ocorrer dentro da trilha Agile do evento.

A ideia da palestra é mostrar como os times podem amadurecer através do incentivo das pessoas a disseminar conhecimento dentro do time, e quais os benefícios disto a médio prazo, tanto em relação a motivação como também em relação a qualidade do trabalho desenvolvido.

Rafael e Guilherme vão contar como tudo começou, quais dificuldades foram encontradas, e sugerir passos para criar uma cultura de aprendizagem dentro de times/empresas.

Sobre o TDC:

O The Developers Conference é uma das maiores conferências para desenvolvedores de software do Brasil. Em 2012, a edição de Florianópolis contou com a participação de quase três mil pessoas, presenciais e online.

Ao todo serão 20 trilhas, incluindo: Java, Arquitetura, Banco de Dados, .NET, Games, HTML5 e JavaScript, PHP, Web University, Testes, Marketing Digital, Arduino, Android, Mobile Embedded, WinPhone/WinDev, SOA/BPM, Cloud Computing, Management 3.0, Empreendedorismo e Agile.

As trilhas ocorrem simultaneamente, e funcionam praticamente como eventos independentes.

Para maiores informações acesse o site do evento http://www.thedevelopersconference.com.br/

Genchi Genbutsu – Vá e veja com seus próprios olhos!

Postei lá no Pingos de Agilidade sobre Genchi Genbutsu.

 

Quantas vezes durante sua carreira você trabalhou na solução de um problema, que na verdade, não existia?

Ou utilizou uma informação incorreta para criar uma funcionalidade em seu software?

Ou tomou alguma decisão baseada em boatos que escutou pelos corredores?

Eu já passei por isto algumas vezes, e provavelmente você também.

O que precisamos fazer é simples: Genchi Genbutsu!

Vá e veja com seus próprios olhos!

Quando um cliente te pedir uma funcionalidade nova, que por exemplo, resolva um problema em sua linha de produção, vá até o cliente e veja com seus próprios olhos como funciona a linha de produção e qual é o problema do cliente.

O ponto aqui é: Vá na origem, observe pessoalmente, verifique dados, em vez de teorizar com base no que os outros te falam.

Quando você vê algo por si mesmo, você entende completamente a situação, e não é traído pelas falhas de comunicação que ocorrem com frequência.

Isto vai exigir que você saia da famigerada zona de conforto, mas você vai reduzir significativamente o desperdício de energia (e muitas linhas de código) para resolver problemas que na verdade não existem. 😉

 

Random Hack of Kindness – Porto Alegre

Não sabe o que é o RHOK? Conheça mais aqui: http://rhok.org

No dia 3 de dezembro vamos nos reunir para desenvolver software, mas não é qualquer tipo de software.

Vamos resolver problemas locais, regionais, nacionais, mundiais, usando software. Usando opensource. Usando a comunidade de desenvolvimento de software espalhada pelo mundo.

Você quer fazer a diferença? Você pode fazer a diferença através de pequenos atos.

Venha fazer parte desta iniciativa.

Nos acompanhe durante o dia 3 de dezembro aqui em Porto Alegre. Das 09h da manhã as 18h.

Inscreva-se aqui.
Vamos nos dividir em times pequenos, desenvolvendo software no estilo Coding Dojo, pareando e aprendendo durante todo o dia.

Você gosta de design?

Gosta de desenvolver código em Java, Ruby, JavaScript? Python? Node.js?

Traga sua linguagem!

Traga seu time!

 

Universidade de Stanford vai oferecer cursos online e gratuítos em 2012

A Universidade de Stanford está oferecendo 10 cursos online free, sendo 8 cursos ligados a tecnologia e 2 cursos ligados ao empreendedorismo.

Todos os cursos começam em 2012, e serão realizados a distância.

Os cursos podem ser assistidos ao vivo, ou posteriormente através de vídeos.

O que é necessário para participar? Vontade e um bom ouvido para o idioma inglês.

Abaixo os cursos e seus respectivos links com maiores informações:

Tecnologia

Computer Science 101
Machine Learning
Software as a Service
Human-Computer Interaction
Natural Language Processing
Game Theory
Probabilistic Graphical Models
Cryptography

Empreendedorismo

The Lean Launchpad
Technology Entrepreneurship

 

Todos os cursos são muito bacanas, mas na minha opinião o curso The Lean Lanchpad merece um destaque nesta lista em virtude de seu instrutor: Steve Blank

Agora é só você escolher um curso (ou alguns), aguardar até Janeiro ou Fevereiro de 2012 para aprender e se divertir.

 

#ficadica

“We hope to transcribe the lectures into text to make them more accessible for those not fluent in English. Stay tuned.”

Existe a possibilidade das transcrições do audio dos vídeos serem traduzidas para outros idiomas, então fica a dica para quem não se garante no inglês.

 

Techno Magic

A tecnologia já está a serviço da mágica.

Muito legal (e diferente) a forma como Marco Tempest tem trabalhado com ilusionismo.

Este é mais um exemplo da fórmula: Criatividade + Tecnologia = Inovação.

Imagine o que o grande Eugene seria capaz de fazer se tivesse vivido em nosso tempo?

Vivemos no tempo das possibilidades tecnológicas quase ilimitadas!

 

 

Carreira Profissional – O quão longa é esta estrada?

** Palestra realizada no TTLabs Summit de Q2/2011 por Rafael Helm.

Você já parou para pensar como é longa a estrada da carreira profissional?

Refletindo sobre minha carreira, (que ainda esta longe de acabar), percebi que a estrada é realmente longa, no meu caso serão quase 50 anos de labuta.

Porém, felizmente, logo após perceber que eu ainda teria muitos e muitos anos de trabalho pela frente, me lembrei de um artigo esportivo que falava a respeito dos segredos da mente campeã. Este artigo fazia referência a um tal de Stephen Long, autor do livro “Level Six Performance: A Gold Medal Formula for Achieving Professional & Personal”.

Então, seguindo a filosofia #AssimNoEsporteComoNaVida , acabei adaptando estes 11 principios do Stephen Long, trazendo-os da esporte para a carreira profissional, veja como ficou:

 

1. Aprendizado sobre ignorância

  • Não chore sobre o leite derramado.
  • Os problemas sempre vão acontecer, mas cabe a você aprender com eles (todos os dias, para sempre).
  • Aprenda com a diferença entre o resultado esperado e o resultado ocorrido.

Dica: Faça reunião de retrospectiva ao final de cada ciclo de trabalho (uma semana, 15 dias, 1 mês, …). A ideia é identificar e comemorar os acertos e enxergar e entender os erros bem como refletir sobre como evita-los no futuro.

 

2. Simplicidade sobre complexidade

  • Mantenha as coisas simples.
  • Não invente fórmulas mirabolantes.
  • Coisas complexas tomam mais tempo e geram mais risco e stress.

 

3. Proficiência sobre incompetência

  • Nunca se de por satisfeito com a sua produtividade e rendimento. Sempre é possível melhorar.
  • Busque evoluir sempre. isto vai te manter motivado para atingir e manter um nível de excelência.

Cuidado: Fazer mais rápido não é sinonimo de fazer melhor.

 

4. Excelência sobre mediocridade

  • Faça simples, mas da melhor forma possível.
  • Se for necessário faça menos, mas faça com excelência.
  • As pessoas lembram primeiro de quem fazem algo bem feito, e não de quem faz algo rápido. Seja excelente e vencerás.

 

5. Processo sobre resultado

  • Goste mais de buscar o resultado do que atingi-lo.
  • As chances de atingir o sucesso são mínimas se não há satisfação no seu dia-a-dia.

 

6. Progresso sobre deterioração

  • Multidisciplina e multitarefa não são a mesma coisa.
  • Se você fizer de tudo, sem foco, vai estar se deteriorando.

 

7. Decisão sobre vacilo

  • Seja determinado.
  • Não reclame quando aparecerem problemas, resolva-os.
  • Não deixe trabalho para depois, principalmente se for algo importante.

8. Equilíbrio sobre extremismo

  • Não seja radical, equilibre outros prazeres com a sua carreira mesmo quando seu trabalho proporcionar prazer e realização.
  • Profissionais que seguem uma base extremista acabam se sentido frustrados e pouco recompensados.
  • Mais do que sair de férias curta as férias e desligue do trabalho.

 

9. Eficiência sobre desperdício

  • Pare de fazer tarefas que não agregam valor para sua empresa ou cliente.
  • Faça certo na primeira vez.
  • Quando o bolo é bom ninguem reclama que faltou a cereja. Foque no bolo, esqueça a cereja.

 

10. Confiança sobre a dúvida

  • Todos falham algum dia. É inevitável. 
  • Não faça um dia ruim se tornar uma vida ruim, esteja sempre confiante.
  • Não deixe falhas pontuais abalarem sua confiança.

 

11. Humildade sobre arrogância

  • Escute mais, fale menos.
  • Troque conhecimentos com todos, sem precoceitos.
  • Não critique ideias, se não gostou questione ou sugira alguma coisa.

Veja o vídeo com a Lightning talk gravado no TTLabs Summit. 

 

TTLabs Summit (Q2/2011) – Carreira Profissional – O quão longa é esta estrada? from TTLabs on Vimeo.

Se você gostou divulgue para seus amigos, mas se você não gostou me ajude a amadurecer os principios através da seção de comentários aqui no TTLabs.